Certificação ISO
Traduzimos palavras em negócios
Adotando velhos hábitos: as lojas tradicionais estão voltando?
por Terralíngua      Publicado em  outubro 28, 2014
00

Adotando velhos hábitos: as lojas tradicionais estão voltando?Embora fazer compras pela Internet seja confortável e conveniente, parece que as pessoas ainda desejam ter a experiência de procurar itens em lojas tradicionais. Elas querem ter a oportunidade de ver e sentir os produtos de perto e de experimentar as roupas antes de comprá-las.

Uma pesquisa com pessoas entre 18 e 25 anos realizada por alunos da LIN University em Nova Iorque revelou que 68% dos jovens entrevistados preferem fazer compras em lojas tradicionais a lojas on-line.

Ouvindo o cliente

A Warby Parker, marca on-line de óculos, decidiu abrir várias lojas pelos Estados Unidos, mesmo tendo um negócio on-line extremamente bem-sucedido. Neil Blumenthal, cofundador da Warby Parker, contou ao Los Angeles Times sobre a empresa acreditar que as compras feitas on-line e aquelas feitas em lojas tradicionais devem complementar-se.

Ao falar na Internet Week, ele explicou que os clientes estavam telefonando para perguntar se podiam provar os óculos. Como a Warby Parker não tinha um local físico, as pessoas acabavam indo para seu apartamento para provar os óculos, que ficavam expostos sobre a mesa de jantar. Foi isso que o fez pensar em abrir uma loja tradicional.

A Bonobo’s, cadeia de lojas de vestuário masculino, é outro negócio on-line extremamente bem-sucedido que abriu lojas para atendimento com hora marcada, o que também foi resultado de clientes pedindo para provar as roupas antes de comprá-las.

O atendimento ao cliente e a experiência de compras

As lojas on-line têm o benefício dos custos reduzidos. No entanto, como apontado por Kristin Muhlner em seu artigo para o blog Retail Touch Points, hoje em dia as pessoas esperam um atendimento excepcional ao cliente. Elas querem tocar e sentir os produtos, além de ter uma experiência de compras agradável. Atualmente, muitas lojas estão combinando a experiência de compras em lojas tradicionais com a tecnologia virtual.

Em seu blog para o Financial Post, Hollie Shaw afirma que muitas lojas tradicionais de hoje assemelham-se a sites. Além disso, as lojas estão usando aplicativos para dispositivos móveis a fim de melhorar a experiência do cliente e de tornar o processo de compras mais fácil e rápido.

Abertura de loja de varejo no exterior

Muitos varejistas on-line também têm lojas em outros países. A Apple, por exemplo, tem lojas tradicionais em várias partes do mundo desde 2001.

Abrir uma loja em outro país significa adequar-se a novas leis e culturas. Se você abrir uma loja em um país cujo idioma falado não seja o seu, como fizeram a Apple e a Staples (cadeia de material de escritório), você também enfrentará o desafio de realizar o marketing, a publicidade e a propaganda da loja em outro idioma.

Traduzir o material para outro idioma usando um tradutor em vez de um computador é importante para quem deseja que seus textos de propaganda e marketing sejam autênticos. Os tradutores que vivem no país de destino entendem as nuances do idioma e têm mais capacidade para usar o tom adequado.

Os tradutores humanos profissionais conhecem a cultura e a população do país. Eles podem dar conselhos sobre como localizar seu material para tornar os textos de marketing e propaganda mais atraentes para novos clientes.

Independentemente de sua empresa decidir atuar apenas em lojas virtuais ou também em lojas tradicionais, nunca é exagero relembrar sobre a importância de ter uma imagem profissional e culturalmente adequada perante seus clientes. Confiar em profissionais para cuidar de seu material de marketing e propaganda deve ser uma prioridade, tanto em português quanto em qualquer outro idioma.

A Terralíngua fornece traduções e assistência linguística a várias das maiores marcas do mundo. Temos uma extensa experiência de localização em todas as áreas e podemos ajudá-lo a globalizar o seu negócio. Acesse nosso site e solicite um orçamento de suas necessidades de tradução.

Tópicos do Blog