Certificação ISO
Traduzimos palavras em negócios
Entendendo a diferença entre tradução e interpretação
por Terralíngua      Publicado em  dezembro 26, 2013
00

Entendendo a diferença entre tradução e interpretaçãoCom a expansão da Internet, é cada vez mais importante que uma empresa se comunique de forma eficaz com um público maior para ajudar no crescimento de sua marca. Os serviços de tradução técnica e de interpretação específica a um setor estão com alta demanda, uma vez que a meta é aumentada para transmitir as vantagens do produto ou serviços da empresa a um mercado global.

O que é interpretação?

Embora a interpretação seja especificamente definida como a ação de explicar o significado de alguma coisa, em um modelo de negócios, na verdade, ela possui um significado muito mais profundo. O termo interpretação, por si só, será interpretado de forma diferente de uma pessoa para outra, dependendo de sua educação, formação cultural e experiências prévias. Como resultado, a interpretação não pode ser simplesmente uma apresentação de informações traduzidas, deve antes considerar o patrimônio cultural e social dos receptores, muitas vezes envolvendo o uso de objetos e recursos visuais que seriam mais familiares ao público-alvo. A interpretação exige essencialmente que o apresentador tenha uma profunda compreensão do público e da conversão cultural do conteúdo.

O que é tradução?

A tradução é a elaboração da mensagem escrita no idioma do público-alvo. Enquanto a interpretação transmite o conteúdo oralmente, considerando os padrões de pensamento cultural do público, a tradução não tem a flexibilidade de improvisar considerações de ordem social. A tradução técnica segue um protocolo estruturado para transmitir informações de forma fluente e gramatical em um idioma diferente do idioma de origem do conteúdo. É nesse momento que a arte da tradução é manifestada, uma vez que a marca de um excelente tradutor corresponde à incapacidade de o leitor perceber que o texto se trata de uma tradução.

O processo de tradução

Embora se possa pensar que a tradução técnica seja uma correlação individual, fria e impessoal, ela definitivamente não o é. Muitas vezes, na tradução técnica, o tradutor é um redator técnico que tem a preparação não só para remontar as informações de forma eficaz, como também tem a percepção para escolher os termos mais adequados e atuais para facilitar a relação com o público.
Mesmo que existam algumas opções de tradução automática feita por máquina, esses processos automatizados, em geral, não terão um produto pronto para o público, especialmente quando a gramática e a sensibilidade cultural das informações forem importantes. Na maioria das vezes, eles soarão como uma tradução estranha, que pode marginalizar a mensagem. Como resultado, a interação humana durante o processo de tradução técnica será vista como essencial.

Diferenças entre tradução e interpretação

A interpretação é feita face a face ou em tempo real à criação, em oposição à tradução técnica, que é editada, analisada e revisada ao longo de um período. O tradutor também é capaz de fazer uso de ferramentas, como material de referência, glossários especializados e memórias de tradução. Portanto, as expectativas da interpretação são menos rígidas que as da tradução, a qual se espera que seja absolutamente precisa e correta.

Outra diferença fundamental entre as duas é o fato de um intérprete precisar ser extremamente fluente no idioma de origem e no idioma de destino, para interpretar as informações de forma eficaz. A maioria das agências exige que o tradutor traduza o texto de um idioma para a sua língua nativa, além de contar com um editor que também seja fluente em ambos os idiomas. Os dois trabalharão em conjunto para criar o texto, enquanto o intérprete trabalha sozinho.

Em suma, compreender a diferença entre os serviços de um intérprete e de um tradutor é uma parte fundamental para ser capaz de identificar corretamente suas necessidades de comunicação empresarial.

Tópicos do Blog