Certificação ISO
Traduzimos palavras em negócios
O dilema da tradução de documentos
por Terralíngua      Publicado em  julho 6, 2016
00

O dilema da tradução de documentosImagine a seguinte situação: o lançamento do seu produto tem um orçamento apertado, e um dos itens do orçamento é a preparação de documentos multilíngues. Você fez a cotação do serviço com uma empresa profissional, mas está cogitando alternativas para a tradução que não envolvam a contratação de um fornecedor de serviços. Essas alternativas trazem importantes fatores à tona, os quais podem levá-lo a economizar em um primeiro momento, mas, a longo prazo, trazem custos maiores não somente para seus resultados financeiros como também para sua reputação.

E se alguém do escritório ou um distribuidor fizer…

Às vezes, é tentador pedir que alguém do escritório que fale outro idioma ajude-o a fazer uma tradução. Ainda que essa pessoa possa falar ao telefone ou escrever um e-mail nesse segundo idioma, ela é suficientemente qualificada para a tradução de documentos importantes? Sem dúvida esse serviço terá um custo menor do que o feito por um profissional, mas como diz o ditado: “o barato sai caro”.
Há também muitas questões a serem consideradas. Essa pessoa tem qualificação profissional, conhecimento e experiência para lidar com esse material? Ela tem fluência não somente no idioma-fonte, como também no idioma-alvo? Ela conhece os jargões e dialetos locais ou os termos específicos e preferenciais do setor? Como são suas habilidades de escrita, gramática e ortografia? Quem vai revisar a tradução antes da impressão do material? Essa pessoa poderá lidar com essa responsabilidade e fazer suas outras tarefas ao mesmo tempo? E se ela modificar ou excluir algum conteúdo? Ela pode realizar a formatação exigida para que a tradução corresponda ao original? E se houver erros que causem problemas de segurança, de responsabilidade ou reputação, como a empresa atestará sua diligência prévia? Essa pessoa terá as mesmas ferramentas de um tradutor profissional para trabalhar com o arquivo?

Algumas vezes, essa escolha tem um final feliz. No entanto, é bem provável que não tenha o final planejado, como ocorreu em uma empresa que solicitou a um distribuidor a realização de um projeto de tradução. Esse distribuidor tinha outras tarefas a serem realizadas e só concluiu o trabalho meses após o prazo necessário. A empresa também descobriu que faltava conteúdo no arquivo final porque ele tomou a liberdade de “melhorar” o arquivo, criando sua própria versão.

Ainda que haja desvantagens em utilizar os serviços de distribuidores ou de colegas de trabalho para uma publicação traduzida, eles podem proporcionar boas contribuições, geralmente ligadas à criação de um glossário para a empresa ou a revisão técnica de traduções feitas por profissionais. Os distribuidores ou vendedores que utilizam a documentação normalmente querem ter a oportunidade de oferecer sua colaboração antes de precisar utilizar o conteúdo recém-traduzido. Tendo isso em mente, selecione as pessoas mais qualificadas para essa tarefa e agende a participação delas antecipadamente com base nas necessidades do cronograma.

O custo mais importante a ser considerado é a maneira como o produto final reflete a reputação de sua empresa e demonstra o valor do cliente por meio do seu investimento na comunicação adequada. Há muitas diferenças entre um tradutor profissional e uma pessoa que conhece um idioma. Reflita: você deixaria um parente do seu cirurgião operá-lo porque ele trabalha como anestesista e já viu o procedimento milhares de vezes?

E se eu solicitar os serviços de um tradutor individual…

Solicitar os serviços de profissionais freelancers é uma opção aceitável, desde que você trabalhe com alguém que tenha a formação, a experiência e o conhecimento adequados. Qual é a formação deles? Eles são nativos do idioma-alvo? Ou já viveram no país do idioma-alvo e conhecem os dialetos e os termos preferenciais adequados? Quem vai revisar ou verificar o trabalho caso eles estejam trabalhando sozinhos? Que processo de garantia de qualidade eles têm? Eles terão as ferramentas específicas para realizar a editoração eletrônica (DTP) ou devolver o arquivo nos formatos adequados? Eles podem fornecer uma memória de tradução para garantir a consistência caso você precise dos serviços de outras pessoas no futuro? E se você precisar de traduções para outros idiomas-alvo ou para mercados de outros países, você dispõe de tempo para coordenar projetos com vários tradutores individuais? O tradutor que você contratou consegue trabalhar com um grande volume de palavras?

Geralmente, quando uma empresa está focada no futuro e no crescimento de seus negócios, ela prefere os serviços de uma empresa profissional de tradução. Apostar todas as fichas em um profissional individual pode ser desgastante se o tradutor que você contratou estiver envolvido em outro trabalho ou não puder concluir o serviço devido a limitações de aptidão. Além disso, o tradutor individual pode não ter um protocolo de controle de qualidade estabelecido para que seu trabalho seja editado por outro tradutor. Comparando uma empresa de tradução multilíngue a um profissional individual, a empresa também lhe ajudará mais quando houver vários idiomas envolvidos. Obter um serviço centralizado traz menos incômodos do que contratar diversos fornecedores.

O tradutor individual que você contratou tem a especialização técnica e o software necessários para esse projeto e também para projetos futuros? Uma pergunta importante a ser feita é se o tradutor pode criar e manter uma memória de tradução. Em caso positivo, ele pode fornecer uma cópia da memória atualizada se você precisar dos serviços de outro fornecedor? Esse tradutor possui o software de editoração eletrônica e a capacidade de formatar adequadamente os seus arquivos para devolvê-los em versões prontas para impressão? Os programas de DTP podem ser bastante caros para que uma pessoa aprenda e mantenha suas versões atualizadas.

Outro fator normalmente menosprezado é se o tradutor tem uma garantia estabelecida contra erros e omissões. Como os seres humanos não são perfeitos, essa é uma segurança importante, não somente para o tradutor, mas também para a sua empresa.

Até mesmo empresas famosas já cometeram erros de tradução. Alguns desses erros, aliás, são bem engraçados. Por exemplo, a Kentucky Fried Chicken da China decidiu aproveitar a frase da marca em inglês: “finger-lickin’ good”. O problema é que, quando foi traduzida para o chinês, a frase se transformou em algo como “vamos comer seus dedos”, o que não soa muito apetitoso.

Entretanto, um erro também pode ser catastrófico e acarretar em processos judiciais. É o caso de um manual de instruções para próteses de joelho do Hospital de Berlim. A tradução não estava correta, o que provocou um mal-entendido sobre a não necessidade do uso de cimento, quando, na verdade, o material era necessário. Assim, diversos pacientes tiveram problemas com as próteses de joelho.

Os custos dos procedimentos de controle de qualidade (como uma revisão por outro tradutor qualificado), um software apropriado para a conclusão do trabalho e a cobertura de seguro correta são muitas vezes desconsiderados na contratação “econômica” de um tradutor individual em vez de uma empresa profissional. Geralmente, as despesas indiretas associadas a esses elementos são altas demais para que um tradutor individual possa sustentá-las.

Tudo bem, se usarmos o Google Tradutor…

Sem dúvidas, o Google Tradutor tem seu espaço no mundo, porém, será que uma empresa deve utilizar essa ferramenta para manipular documentos empresariais importantes e que refletem sua reputação mundial? A tradução automática é uma ferramenta vantajosa para a tradução de uma palavra ou de uma frase curta, pode até ser suficiente para um e-mail, mas é inaceitável para publicações profissionais. Embora uma empresa possa não querer investir dinheiro em uma tradução profissional até que os negócios estejam realmente consolidados, a primeira impressão é a que fica. O fornecimento de informações importantes para fins de relações comerciais não pode ser de má qualidade, nem confuso. A forma como você divulga um produto aos seus clientes diz muito sobre a sua empresa.

É indiscutivelmente desrespeitoso e nada profissional que um cliente receba um manual ou um material de marketing com conteúdo ininteligível ou sem sentido. Nesse caso, você pode perder seus clientes internacionais e arruinar, em questão de minutos, uma reputação construída durante anos. A tradução foi gratuita, mas qual foi o custo total?

Analisar com ponderação todas essas questões ajudará a desvendar o dilema da tradução de documentos e a garantir que a sua empresa tome uma decisão bem fundamentada. A tradução, como todas as outras formas de comunicação, é mais uma arte do que uma ciência, e deve ser elaborada por profissionais que tenham as características ideais para atender à sua necessidade.

______________________________

A Terralíngua é uma empresa global com certificação ISO que presta serviços de tradução e de editoração eletrônica multilíngue. Para saber mais sobre tradução e localização, acesse o site da Terralíngua e entre em contato conosco para avaliar suas necessidades de serviços.

Tópicos do Blog