Arquivos classificados: memória de tradução

Por que uma memória de tradução é importante para minha empresa?

Por que uma memória de tradução é importante para minha empresa?

Por que uma memória de tradução é importante para minha empresa?Você pode até não saber, mas se o material de sua empresa costuma ser traduzido, há grandes chances de que uma memória de tradução tenha sido utilizada para criar o texto localizado. Uma pergunta essencial que deve ser feita à pessoa ou à agência que faz suas traduções é se uma ferramenta de memória de tradução está sendo utilizada. Se uma memória de tradução estiver sendo utilizada, é importante garantir que seja mantida uma cópia atualizada como registro em sua empresa, mesmo que você não tenha o software apropriado. Ter uma memória de tradução de qualidade garante consistência dos termos e economia de tempo, mesmo que você tenha que trocar de fornecedor.

Este artigo explicará melhor o que é uma memória de tradução e como ela pode ser útil para sua empresa.

O que é exatamente uma memória de tradução?

Uma memória de tradução é uma ferramenta essencial utilizada por tradutores profissionais. Muitos confundem tradução automática (MT, machine translation) com memória de tradução (TM, translation memory). Memória de tradução não é tradução automática, trata-se, antes, de uma funcionalidade que permite economizar tempo ao oferecer sugestões de um banco de dados que podem ser aceitas ou rejeitadas por um tradutor, de maneira similar às verificações ortográficas e gramaticais do Word.

Ferramentas de memória de tradução criam um banco de dados para armazenar o texto original e o traduzido, alinhados em segmentos. Esses segmentos contêm frases, listas e títulos que foram utilizados em seus trabalhos de tradução anteriores. Por exemplo, se você costuma traduzir manuais de instrução, provavelmente utilizará algumas palavras e frases iguais sempre que for redigir um novo manual. Cada idioma terá seu próprio banco de dados ao alinhar o idioma de partida e o de chegada.

Quando um tradutor utiliza uma ferramenta de memória de tradução, o mecanismo procura correspondências entre o texto novo e as traduções existentes no banco de dados. As sugestões são feitas de acordo com a tradução desses segmentos em trabalhos anteriores. O tradutor pode aceitar e inserir o segmento correspondente no trabalho atual ou modificá-lo para criar um novo registro.

Como posso saber se tenho uma memória de tradução de qualidade?

A memória de tradução é um reflexo da tradução finalizada. Mesmo que você não fale um determinado idioma, um revisor confiável pode oferecer informações relacionadas à qualidade e à adequação da versão localizada.

Se a tradução finalizada do material apresentar a terminologia adequada e refletir o conteúdo aprovado, é essencial garantir que o banco de dados da TM seja atualizado e utilizado em traduções futuras. Isso garantirá consistência entre os termos e identificará textos repetidos para gerar descontos por palavra.

No entanto, se o material traduzido contiver terminologia incorreta e sua qualidade geral for baixa, você deve corrigir ou destruir o banco de dados para ter certeza de que as traduções futuras não apresentem os mesmos problemas.

Utilizar uma ferramenta de tradução significa que as palavras e as frases utilizadas no passado serão registradas no banco de dados como segmentos. Sempre que uma nova tradução for iniciada, o software buscará na memória uma tradução exata ou similar, chamada de correspondência ou match (termo em inglês utilizado com frequência).

Há quatro tipos de correspondência:

  1. • Palavras novas: como o nome sugere, são segmentos que ainda não estão no banco de dados. Essa classificação indica a primeira ocorrência de um segmento.
  2. • Correspondências exatas ou perfeitas: são segmentos 100% idênticos a segmentos traduzidos anteriormente.
  3. • Repetições: ocorrem quando um documento contém diversas palavras ou frases que são idênticas, mas que ainda não estão na memória de tradução.
  4. • Correspondências parciais: são segmentos que contêm palavras ou frases similares, mas que não são correspondências exatas. São medidas em porcentagens.

Durante o processo de cotação, o documento será avaliado em relação aos segmentos correspondentes no arquivo e aos segmentos armazenados na memória de tradução fornecida, e o desconto no preço por palavra será estabelecido conforme essa análise. Muitos tradutores e agências estipulam seu preço com taxas diferentes para palavras novas e para correspondências parciais e exatas.

As áreas técnica, legal, médica e de negócios podem obter grandes benefícios com a utilização de uma ferramenta de memória de tradução, pois boa parte da documentação contém vocabulário muito parecido. O fato de não precisar traduzir os documentos do zero possibilita um trabalho mais rápido, consistente e de qualidade.

A versão utilizada do software de memória de tradução faz diferença?

Há diversas ferramentas de memória de tradução disponíveis. A mais conhecida e utilizada no mercado é o Trados. As empresas normalmente não precisam comprar softwares de memória de tradução, a menos que tenham tradutores internos que usem a ferramenta.

As agências e os tradutores profissionais não exigirão que sua empresa adquira um software de memória de tradução para ser utilizado por eles; além disso, fornecerão uma cópia do banco de dados da memória de tradução se você solicitar. Sua empresa não precisa ter um software de memória de tradução para aproveitar seus benefícios ou para armazenar bancos de dados. As empresas normalmente guardam uma cópia das memórias mais recentes para repassá-las para tradutores ou fornecedores diferentes. Isso garante consistência e descontos por repetição, já que esses profissionais utilizarão o banco de dados aprovado.

Solicite a seu fornecedor um arquivo .tmx, formato que normalmente oferece compatibilidade universal, independentemente do software. Em geral, sua agência ou seu tradutor atualizarão essa memória sem custo algum, por isso é importante informá-los sobre mudanças preferenciais feitas após a entrega para que a memória também seja atualizada.

As três principais marcas de memória de tradução são Trados, Déjà Vu e Wordfast. As maiores diferenças entre elas são a facilidade de utilização, os formatos de arquivo que podem ser processados e, é claro, o custo. Todas as ferramentas costumam oferecer um período de teste grátis de 30 dias. Independentemente da marca da memória de tradução utilizada, essa é uma ferramenta essencial que não deve ser menosprezada. A utilização de uma TM garantirá consistência e trará economia de custo e de tempo, pontos essenciais para a comunicação internacional da sua empresa.

A Terralíngua é uma empresa de tradução certificada pela ISO que realiza parcerias com organizações globais para fornecer serviços de tradução e localização. Trabalhamos com algumas das marcas mais importantes do mundo, traduzindo documentos, softwares e sites para os principais idiomas. Acesse nosso site para obter mais informações e solicitar orçamentos.

Economize tempo e dinheiro com memórias de tradução

Economize tempo e dinheiro com memórias de traduçãoSe você tem uma empresa pequena com um projeto grande em mãos, você precisa de cada centavo que conseguir economizar. Ou caso você administre um grande conglomerado com vários projetos, com certeza você tem menos tempo do que gostaria para analisar detalhes minuciosos da empresa. Se o seu projeto grande for de um cliente estrangeiro e você precisar traduzir cada parte de seu trabalho, então você não precisa mais se preocupar tanto a respeito. Existe uma solução fácil para traduzir o trabalho e economizar esses centavos valiosos e, mais importante, o seu tempo.

Embora você talvez ainda não tenha ouvido falar sobre esse assunto, a memória de tradução é uma excelente solução para todas as suas necessidades de tradução. Dessa forma, você pode garantir que as relações com os seus clientes estrangeiros ocorrerão de maneira tranquila e apropriada. Continue lendo para saber mais sobre memórias de tradução.

Tudo sobre memórias de tradução

É bem provável que você já tenha contratado um tradutor para cuidar profissionalmente das suas solicitações de tradução. Entretanto, sempre será melhor se ele utilizar memória de tradução. Dessa forma, você terá o benefício de ter uma capacidade extra para armazenar dados a cada vez que a memória de tradução for utilizada.

A memória de tradução é como um banco de dados pessoal que armazena novas informações sempre que é utilizada. Por exemplo, você usa um software para traduzir dados para um projeto; na próxima vez que você utilizar o software para outro projeto, será possível usar a memória armazenada para traduzir esses dados novos, eliminando a perda de tempo e dinheiro. A memória ajuda a traduzir os seus dados da forma mais precisa possível.

Como a memória de tradução funciona?

Como dito anteriormente, a memória de tradução funciona como um banco de dados de memória. Para compreender melhor como a memória de tradução funciona, vamos usar você como exemplo. Se você for aprender um novo idioma, no primeiro dia você não terá conhecimento algum a respeito, será como um quadro em branco. No fim do dia, você terá aprendido algumas palavras que serão armazenadas em sua memória. Na próxima aula, você não precisará aprender as palavras já aprendidas. Elas estarão armazenadas em sua memória e permanecerão ali.

Da mesma forma, a memória de tradução lembra de todas as palavras que já foram armazenadas nela. Também funciona da mesma maneira que o cérebro, já que tem a memória dos dados antigos e também a capacidade de reter novas informações.

Por que devo optar pela memória de tradução?

A memória de tradução economiza principalmente o tempo, depois o dinheiro e, por fim, os recursos. Em um procedimento normal de tradução, os dados passam por várias fases antes que finalmente possam ser apresentados ao diretor ou ao cliente do projeto.

Digamos que o arquivo seja enviado ao principal software de tradução, traduzido em pequenas partes, dali, enviado ao tradutor principal e, depois de algumas outras rodadas, chegue ao tradutor final. São várias rodadas envolvidas, que precisam ser repetidas a cada vez que um novo arquivo ou projeto chega.

Quando você tem uma memória de tradução, depois do primeiro projeto, o número de rodadas que o arquivo precisa pode ser reduzido ao mínimo. Com a memória de tradução, o arquivo é traduzido, enviado para uma verificação final e o trabalho fica pronto, com metade do tempo, dinheiro e recursos. Então, para que gastar tempo e dinheiro em uma tarefa tão simples e fácil?

Se você não estiver convencido sobre os benefícios de uma memória de tradução, releia este texto. A releitura eliminará todas as dúvidas. Os benefícios de utilizar uma memória de tradução são muitos, alguns foram explicados nos parágrafos acima, outros você descobrirá ao utilizá-la na sua empresa.